Declarações avulsas em noite de aniversário

Zenilda Lua


Para ter você
mudei meu rumo, meus hábitos
minha voz, meu olhar e meu hálito...
Desobedeci-me, colhendo lírios que nunca plantei
e deixando tantos outros castigos
secando ao sol sem abrigo...

Para ter você
perdi os sonhos, os amigos, os planos...
E aquela vontade de colocar o coração num outdoor
ficou só e adormeceu sem se repetir
sem se despedir de alguém...

O poema que apresentamos faz parte do livro "Alfazema", editora da autora, pág. 27.


Zenilda Lua é paraibana de Patos, tem coração sertanejo e desde a primeira infância rascunhava poemas. Em 1992, migrou para São José dos Campos (SP), em busca de um amor prometido. Esse amor vingou e deu uma flor, Brisa. Vive para os amigos e para a família, perto dos poetas, trovadores, músicos, filósofos, palhaços, compositores, musas, bailarinas que hoje completam seu universo.

[ Voltar ]

RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS E A PROPRIEDADE INTELECTUAL
Copyright © 1996 PROJETO RELEITURAS. É proibida a venda ou reprodução de qualquer parte do conteúdo deste site.